29 de agosto de 2014

Um mês depois da minha alergia na pele...

Tudo começou à mais ou menos um mês, umas pequenas rugosidades na parte de trás do pescoço, mas nada que me incomodasse muito, que mais tarde trouxeram alguma comichão e mau estar. Esta sensação não era permanente por isso não liguei muito, mas pouco a pouco começaram a ser intensas e insuportáveis. Quase de um dia para o outro vi estas rugosidades a alastrarem-se para o resto do pescoço e comecei a tomar o meu antialérgico (pensava que fosse ser o suficiente), mas dia após dia tudo parecia piorar e o mau estar era ainda mais insuportável, até que uns dias depois deparei-me com estas mesmas rugosidades a aparecerem um pouco por toda a cara. “NÃO, A CARA É QUE NÃO” gritei para mim mesma e decidi que estava na hora de ir ao médico. Na verdade já tinha passado mais de uma semana e a alergia não diminuía mesmo tomando o meu antialérgico habitual.
Não podia ter ficado mais satisfeita com a média que me atendeu. Explicou-me que realmente se tratava de uma reação alérgica, mas que muito provavelmente nunca iria descobrir a sua origem porque podia ter sido provocada por inúmeras coisas e como já sofro de alergias respiratórias o meu organismo está mais predisposto a este tipo de fenómenos. Por fim explicou-me que teria de levar imediatamente uma injeção porque a alergia já durava há muito tempo e estava a alastrar-se muito. Para além de me receitar um antialérgico mais especifico receitou-me também um creme hidratante da Barral para aplicar sempre que precisasse. Como se não bastasse tive de deixar por completo toda a maquilhagem e cremes que estava a usar para que mais tarde quando já tudo tivesse passado e quando já não estivesse medicada experimentar todos os cremes e maquilhagem que uso à noite e no pulso para ver se algum me faz alergia.
A pele do pulso é muito sensível e por isso se um determinado produto não fizer alergia nesta área muito dificilmente fará no resto do corpo. Como é óbvio deve ser aplicado em doses pequenas e durante a noite para que possa atuar.
Depois de começar o tratamento as rugosidades e o mau estar desapareceu em poucos dias mas preferi apenas deixar o antialérgico e continuar com o creme e sem maquilhagem até à muito pouco tempo. Um mês passado, acho que a pela da minha cara pagou bem caro não ter procurado logo ajuda específica porque principalmente a pele da cara ficou um bocado estragada mas nada que não esteja a passar.  Só agora vou começar a experimentar os produtos mas espero que nenhum tenha sido a causa desta maldita alergia…

Espero sinceramente não voltar a ter de passar por isto e que nenhuma esteja a passar pelo mesmo…

Beijinhos, Ana

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo comentário! A vossa opinião é muito importante e ajuda-me a melhorar o conteúdo!
Após aprovação responderei a todos os comentários e visitarei os vossos blogs.
Espero que voltem!