17 de maio de 2017

Manter o foco com o Método Pomodoro

Quantas vezes damos por nós a ter uma lista enorme de tarefas para fazer e não sabemos bem porquê no fim do dia nada aparece feito. As tarefas continuam lá na lista sem terem sido iniciadas e muitas vezes até sem terem sido começada. Pois é, isto é algo infelizmente muito comum a muita gente, mas existe um método tão simples que é impossível não experimentar, e depois de experimentar é impossível não continuar.

O método pomodoro surgiu do temporizador da cozinha mas podemos usar qualquer aparelho que cronometre o tempo, no meu caso utilizo o cronómetro do alarme do telemóvel. Existem quatro aspetos fundamentais que deves conhecer sobre esta técnica, são elas o tempo, as pausas, as ferramentas e as interrupções.

O tempo
A ideia deste método é pegar no cronómetro e programá-lo para tocar daqui a 25 minutos. Este período de 25 minutos corresponde a um pomodori e durante este tempo devemos manter o foco em apenas uma tarefa. Se terminares a tarefa antes de terminar o pomodori aproveita este tempo para rever o trabalho ou fazer ajustes, como o tempo de um pomodori é de apenas 25 minutos é impossível não manter o foco na tarefa que estamos a realizar. 

As pausas
Outro pondo essencial neste método são as pausas. Não devemos nunca ignorar as pausas, já que estas permitem saborear o prazer de tarefa concluída, descansar e recarregar baterias para as tarefas seguintes. Quando terminar um pomodori descansa 5 minutos, utiliza também o cronometro para este tempo e aproveita a pausa para fazer algo que te relaxe. Quando terminares 4 pomodoris faz uma pausa maior entre 15 a 30 minutos.

As ferramentas
Como ferramenta de produtividade certamente já ouviste falar das listas de tarefas e neste método elas são essenciais. Faz uma lista, realista, de todas as tarefas que precisas de fazer no dia, e coloca a quantidade de pomodoris que irás precisar. Claro que  inicialmente esta quantidade será um pouco difícil de estimar mas com o passar do tempo começas a ter mais facilidade.
Se as tarefas que tens que fazer são muito grandes tenta reparti-la em subtarefa, por exemplo: em vez de colocares "fazer trabalho de biologia - 10 pomodori" faz antes "fazer pesquisa - 2 pomodori" "estruturar trabalho - 1 pomodori" e assim por diante. Desta forma o prazer de ter tarefas concluídas é maior e o teu foco em cada uma das partes da tarefa é maior.

As interrupções
As interrupções são as maiores inimigas da produtividade, por isso enquanto decorre um pomodori, desativa as notificações do telemóvel e/ou do computador, deixa o telemóvel em silêncio e se alguém vier falar contigo pede educadamente para esperar um pouco e mal acabe o pomodori vai falar com a pessoa.

Deste modo verás que a tua produtividade aumenta exponencialmente e a sensação de dever cumprido é muito maior. outra vantagem deste método é que como fazes pausas a cada 25 minutos o cansaço no final do dia é muito menor do que quando passavas o dia sem fazer nada.

Conheciam o método pomodoro? 
Quais as vossas dicas de produtividade?




Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelo comentário! A vossa opinião é muito importante e ajuda-me a melhorar o conteúdo!
Após aprovação responderei a todos os comentários e visitarei os vossos blogs.
Espero que voltem!