22 de janeiro de 2018

Super Nanny - a minha opinião

A Super Nanny esteve durante toda a semana na boca dos portugueses, mas só hoje, depois do segundo episódio decidi falar sobre o assunto.
Como devem saber sou educadora de infância e professora do 1.º CEB e como tal, este programa despertou desde logo bastante atenção. Fiz questão de ler várias opiniões e conversar com muitas pessoas acerca do programa para formar bem as minha considerações acerca do programa. 
Em primeiro lugar aquilo é a mais pura realidade de muitas e muitas famílias portuguesas, no entanto, não acho que isso dê o direito de expor as crianças daquela forma. Mas de quem é a culpa?! Será que os mil euros que cada família recebe por deixar gravar compensa as consequências? Será que os país pensaram na repercussão que o programa teria na vida dos seus filhos?! Porquê que não recorrera aos serviços da Super Nanny em "anonimato"?

Eu sou apologista que os filhos são o espelho dos pais e tudo o que os filhos são é culpa dos pais. Em pouco tempo que de experiência já assisti a coisas que achava impensáveis, como ver uma criança de 7 anos a bater e a insultar a própria mãe. Acredito no formato do programa e acredito que mude a vida de muitas famílias, no entanto, acho que os episódios deviam ser encenados por atores e não pelas famílias. Esta exposição é péssima não só para as crianças, mas também para a estrutura familiar de quem participou no programa. Que adianta os pais pedirem agora para retirarem as imagens do ar, de que vale pedir para não transmitir os episódios em que aparecem?! Não foram capazes de perceber o que se ia passar com a vida deles, e pior, com a via dos filhos deles?!

Qual a vossa opinião sobre o programa? 

2 comentários:

  1. Não acho assim tão linear a questão de que os filhos são o espelho dos pais. Na maioria sim, obviamente, mas... conssidero que hoje em dia há muita teoria para a educação. Sou contra extremos, mas sinceramente não tinha paciencia para resolver, com palavras mansas e tapetes de pausa, situações como aquelas a que assistimos no programa. Acho, na verdade, que os pais nem pensaram nas consequências do programa :s mas sim, como dizes, aquilo reflete o que se passa em muitas muitas casas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há muitas teorias sobre a educação, cada um deve escolher a forma que acha mais correta.
      Trabalhar com crianças e as suas famílias enquanto não tenho, nem planeio filhos permite perceber o que não queremos futuramente enquanto pais.
      Beijinhos

      Eliminar

Muito obrigada pelo comentário! A vossa opinião é muito importante e ajuda-me a melhorar o conteúdo!
Após aprovação responderei a todos os comentários e visitarei os vossos blogs.
Espero que voltem!